Menu

Planejamento de Tesouraria

Deniane Bezerra, CEO da Vibratto Deniane Bezerra, CEO da Vibratto

O planejamento de Tesouraria é uma excelente ferramenta para a tomada de decisões

Deniane Bezerra(*)

A perfeita saúde financeira de uma empresa depende da correta gestão e planejamento da tesouraria, que deve aplicar práticas de administração dos recursos financeiros, isso é, que faça a administração e alocação correta do dinheiro da empresa, propiciando a maximização dos resultados do negócio.

Administrar adequadamente as finanças da empresa permite a capacidade de honrar seus compromissos, o que está interligado com a manutenção das atividades, isso é, “manter as portas abertas”, além de possibilitar o crescimento dos negócios, que é um dos principais objetivos de uma organização.

Nesse sentido, o planejamento de tesouraria permite administrar os recursos financeiros para atingir esses objetivos.

Nesse artigo vamos informar o objetivo do planejamento de tesouraria, sua estrutura e como é possível obter resultados positivos para a empresa com a terceirização financeira e estratégias de gestão de tesouraria.

A Tesouraria de uma empresa

Basicamente, a tesouraria é responsável por administrar as finanças da empresa e controlar o fluxo de caixa – todo o valor que entra e que sai da empresa. Esse controle é realizado para garantir que a empresa tenha a capacidade de honrar seus compromissos financeiros e tenha saldo em caixa para atingir os objetivos da organização.

Com a correta gestão dos valores a pagar e a receber, a tesouraria consegue fazer uma projeção a fim de evitar que a empresa passe por apuros financeiros e pode até mesmo identificar quando é possível utilizar valores para investimentos e assim maximizar a lucratividade da empresa.

terceirização financeira permite que toda a gestão dos recursos financeiros fique nas mãos de especialistas em administração e finanças. Isso permite que os sócios e administradores, que muitas vezes não possuem todo o conhecimento necessário sobre finanças, tenham foco no negócio e lide com questões que são diretamente ligadas à suas atividades.

Principais funções da tesouraria

As principais funções da tesouraria são:

  • Contar a pagar: Administra todas as obrigações financeiras que a empresa possui durante o mês ou período em tempo e de forma correta. Manter em dia os pagamentos obrigatórios evita problemas com legislação e até mesmo dispêndio de valores com multas e juros.
  • Contas a receber: Trata dos valores que a empresa tem direito a receber. A entrada de valores está diretamente ligada às atividades da empresa e controlar o recebimento dos valores na data e prazo corretos, evita desequilíbrio no caixa da empresa. Em alguns casos, é necessário cobrar os valores devidos.
  • Cobranças: Seguindo normas legislativas, a tesouraria faz a cobrança de contas a receber. Essa função inclui a emissão de duplicatas e negociação de valores, quando necessário.
  • Administração do fluxo de caixa: O fluxo de caixa faz uma projeção de possíveis entradas e saídas de valores, tendo como base os registros já realizados, e indica como será o saldo no período projetado. A função do fluxo de caixa é, basicamente, prever se em determinado período a empresa estará mantendo suas atividades e honrando seus compromissos.
  • A tesouraria também analisa a necessidade de captação de recursos financeiros (tomar empréstimos) para cobrir eventuais situações de emergência ou quando se deseja investir para crescimento do negócio. Nesse caso, a tesouraria faz uma projeção dos custos desse financiamento para não prejudicar as contas da empresa devido aos custos dos juros.
  • Em alguns casos, a tesouraria faz aplicação em investimentos e acompanha toda a movimentação do capital.

Como a tesouraria é a responsável pelo dinheiro da empresa, a terceirização financeira conta com profissionais capacitados para estar à frente dessas funções e evitar prejuízos financeiros, que podem até mesmo acarretar na falência do negócio.

Objetivo do Planejamento de Tesouraria

Planejar consiste em criar e desenvolver antecipadamente caminhos e ações que levem a um objetivo, de forma organizada e estratégica. Também tem a função de perceber possíveis riscos e incertezas e minimizar, ou até mesmo evitar, os seus efeitos negativos através de práticas e medidas eficazes antes.

Sabendo das funções e toda a importância que tem a eficiente gestão de tesouraria, é importante que todas as ações sejam planejadas e aplicadas de forma estratégica, garantindo resultados positivos e também prevendo possíveis situações emergenciais, que quando corrigidas em tempo hábil, não afetam a saúde financeira da empresa.

Uma eficiente gestão de tesouraria é capaz de traçar estratégias de curto, médio e longo prazo, e alinhar todo o controle aos objetivos da empresa para esses períodos.

Saber antecipadamente as ações que a empresa tomará e quais precisam tomar, permite visualizar e criar um cenário que seja positivo para a empresa, que mantenha suas atividades em funcionamento e sua capacidade financeira sempre favorável.

Dessa forma, o planejamento de tesouraria é uma excelente ferramenta para a tomada de decisões.

Que tipos de empresa necessitam de Planejamento de Tesouraria

Planejar, organizar e controlar as finanças da empresa é indispensável para qualquer tipo e tamanho de negócio e de qualquer segmento. Pequenas, médias e grandes precisam ter bem definidas as práticas de administração de recursos financeiros para garantir a capacidade de honrar seus compromissos, manter suas atividades e obter sucesso futuro. Uma empresa de terceirização financeira garante essas funções de forma eficiente.

Quando ações necessárias para uma eficiente administração de recursos for empregada no negócio, esse poderá prever e decidir com mais clareza como atingirá seus objetivos.

Estratégias e ações corretivas do Planejamento de Tesouraria: saia do vermelho

O ideal é que não se espere ficar tarde para reaver o controle das finanças da empresa e traçar um planejamento para sair de situações emergenciais, onde a saúde financeira da empresa está seriamente comprometida, correndo o risco de até mesmo fechar as portas.

Se isso acontecer, o quanto antes forem adotadas estratégias para reverter essa situação, vai favorecer os negócios e as finanças da empresa.

A tesouraria pode avaliar a necessidade de empréstimos, negociação com credores ou mesmo economia de recursos para encontrar soluções e medidas corretivas para as finanças.

(*) CEO da Vibratto

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes