Menu

Vantagens do MBA Internacional para a carreira profissional

Existem universidades que oferecem bolsas de MBA para estrangeiros, como a Marshall School of Business da University of Southern Califórnia, em Los Angeles

Muitas pessoas estão atentas para a importância da constante capacitação profissional em prol do sucesso na carreira. Quando há oportunidade de estudar fora do País, o curso costuma ser ainda mais atrativo. No entanto, muitos imaginam que esse tipo de situação demanda investimentos muito maiores que uma capacitação no Brasil.

 No geral, essa afirmação é real. Mas há maneiras de tornar essa experiência mais viável. Basta buscar Universidades que oferecem bolsas de MBA para estrangeiros, como a Marshall School of Business da University of Southern Califórnia (USC), em Los Angeles, nos Estados Unidos. A Universidade selecionará três brasileiros para o programa de MBA internacional. As bolsas de estudos podem chegar a US$ 45 mil e incluem, além desse valor, o auxílio-moradia de até US$ 15 mil, no caso de quem viajará com os filhos. “Além desse exemplo, há outras Universidades em diversos países que oferecem bolsas para estrangeiros”, afirma Leonardo Freitas, sócio fundador da consultoria internacional HAYMAN-WOODWARD e especialista em expatriação.

 Importância do MBA para o sucesso da carreira

 De acordo com Felipe Brunieri, gerente da divisão de Finanças e Tributário da Talenses, o MBA é uma excelente maneira de ampliar o networking e, assim, conquistar sucesso na carreira. “Nos últimos anos, esse curso se popularizou e perdeu um pouco sua essência, que é principalmente a troca de experiências. O MBA tem esse intuito, não deve ser realizado apenas para constar no currículo”, afirma.

 E quando o curso é realizado fora do País, essa troca se torna ainda mais intensa. “O MBA agrega muito mais pela experiência em si, o contato com outras culturas e outros idiomas”, comenta Brunieri. O especialista ainda afirma que empresas de outros países valorizam muito esse tipo de vivência. E em alguns segmentos do Brasil também. Na área financeira, o especialista destaca as consultorias estratégicas e os fundos e bancos de investimento como as que consideram o MBA internacional um ótimo diferencial no currículo.

 No entanto, Brunieri comenta que em empresas de bens de consumo, varejo e indústria de base o MBA internacional não é tão valorizado. “Se o profissional já está dentro da companhia, fez o curso fora do País e retornou ao Brasil, certamente ele será diferenciado. Mas para conquistar vagas em empresas desses segmentos a experiência técnica costuma ser mais importante”, comenta.

 De acordo com o especialista, alguns profissionais retornam de um MBA internacional para o Brasil com a expectativa de conquistar um salário muito acima da média. Mas o ganho financeiro, em empresas dos segmentos citados, costuma ser semelhante ao anterior à viagem. Por outro lado, o especialista afirma que mesmo para esse tipo de empresas, o MBA internacional é válido. “O profissional só não deve ter a expectativa do retorno do investimento em curto prazo. Mas, a longo prazo, a experiência torna-se um diferencial para o crescimento dentro da companhia”, comenta.

 Recomendações para o MBA internacional

 Brunieri lembra que o MBA se torna ainda mais efetivo para profissionais mais velhos. “Como o objetivo é a troca de experiências, esse tipo de curso é ideal para os profissionais que têm entre 33 e 40 anos, que estão em nível gerencial e carregam uma bagagem técnica e comportamental, como a própria liderança”, sinaliza. Ele explica que nesse intervalo de idade é quando o profissional mais pode agregar e usufruir experiências.

 E, por fim, o especialista afirma que esse tipo de curso é essencial para profissionais que almejam se tornarem diretores. “Até a coordenação sênior é possível conquistar apenas com uma pós-graduação. Mas a partir dessa posição, o MBA torna-se cada vez mais essencial para galgar degraus dentro da companhia”, pondera.

 

 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes