Menu

KPMG monta time de experts em inteligência de negócios associada à tecnologia

KPMG monta time de experts em inteligência de negócios associada à tecnologia

Grupo utiliza ferramentas como inteligência artificial, análise de dados, internet das coisas e robotização na resolução de problemas empresariais de forma estratégica

A KPMG estruturou no Brasil um time de profissionais especializados em inteligência de negócios associada à tecnologia e que utiliza ferramentas como inteligência artificial, análise de dados, internet das coisas e robotização na resolução de problemas empresariais de forma estratégica e em menos tempo que o modelo tradicional. O grupo é formado por 90 pessoas que fazem parte do Centro de Excelência em inovação chamado KPMG Lighthouse Brasil. A iniciativa acontece em parceria com a Google, IBM e Microsoft.

O objetivo do grupo Lighthouse é a resolução do mercado de uma forma ampla, abrangendo as três áreas de atuação da empresa: consultoria, auditoria e tributos. O grupo do Lighthouse atua também dando suporte tecnológico nas linhas de serviço da KPMG, desenvolvimento de projetos de análise de dados, Inteligência artificial, automação inteligente e em gerenciamento de serviços. Além disso, o uso de tecnologia associado ao conhecimento intelectual permite maior qualidade e eficiência as soluções.

"O Lighthouse Brasil tem profissionais especializados em tecnologia e estratégia atuando de forma organizada, estruturada e consolidada num contexto tecnológico e disruptivo. Com isso, eles unem esforços para resolver demandas utilizando tecnologias disruptivas e grande volume de dados de maneira assertiva e no menor tempo possível. Nesse caso, a tecnologia é a parte essencial de todo o projeto", explica o sócio da KPMG, Ricardo Santana.

O Lighthouse no Brasil segue o modelo que já vem sendo usado pela KPMG Internacional. Atualmente, o grupo global é formado por 12.500 especialistas, com sete mil projetos por ano e 800 espaços físicos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes