Menu

Moradores de Paraisópolis terão acesso a cartões pré-pago

Moradores de Paraisópolis terão acesso a cartões pré-pago

Projeto é fruto da parceria do Banco Bonsucesso e Avante

 

Para vender o produto foi inaguruada uma loja na comunidade

Os moradores de Paraisópolis, segunda maior favela de São Paulo, com mais de 100 mil habitantes, poderão ter acesso a uma série de serviços e soluções financeiras. Entre eles está o pré-pago Meo Avante Cartão Dinheiro, criado pelo Bonsucesso, em parceria com a empresa Avante. Para oferecer o produto, a Avante inaugurou uma loja própria na comunidade. A expectativa é que sejam vendidos mil cartões já no primeiro mês de atividade da loja.

O público-alvo do produto, neste primeiro momento, são pessoas entre 20 e 34 anos, a maioria usuária de smartphone. Nesses aparelhos pode ser baixado o aplicativo exclusivo MeoApp, que facilita o controle de gastos: um primeiro passo para a educação financeira. Para a venda dos cartões, a Avante utilizará uma vendingmachine, por meio da qual o próprio cliente adquire e recarrega o cartão, num sistema de autosserviço.

“Estamos confiantes na aceitação do cartão pré-pago entre os moradores de Paraisópolis e das demais comunidades onde a Avante estará presente. Este é um público importante e que tem necessidade de acessar o sistema bancário de uma forma desburocratizada”, explica o diretor comercial do Banco Bonsucesso, Rodrigo Pentagna Guimarães.

CEO e sócio fundador da Avante, Bernardo Bonjean tem planos de abrir mais de 30 lojas nas principais favelas brasileiras até 2018. “Acreditamos na consolidação do potencial de crescimento econômico e do empreendedorismo presente na grande maioria das favelas brasileiras. Ao mesmo tempo, temos como objetivo oferecer soluções que deem acesso ao sistema financeiro e ajudem as pessoas a desenvolver uma relação responsável com dinheiro. O cartão pré-pago é uma importante ferramenta para os que não possuem conta em banco ou para aqueles que têm, mas querem controlar melhor suas despesas”, afirma.

Segundo levantamento do Data Favela, existem apenas dez agências bancárias em comunidades de todo o Brasil. Enquanto 70% da população brasileira é bancarizada, o índice nas favelas é de apenas 53%. Soma-se a isso o fato de 25% estarem endividadas. “É nesse contexto que o cartão pré-pago Meo Avante se apresenta como uma excelente opção. Qualquer pessoa pode adquirir o cartão, sem necessidade de comprovação de renda ou consulta ao SPC, o que facilita o acesso dessas pessoas ao produto e seus serviços agregados”, finaliza Guimarães.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes