Menu

Klabin adota plataforma de análise estatística do SAS

Klabin adota plataforma de análise estatística do SAS

Solução é voltada também para elaboração de relatórios

 

Plataforma trouxe um ganho operacional significativo

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis do Brasil, aprimorou todos seus processos de inventário e pesquisa florestal para ganhar rapidez na disponibilização de informações quantitativas e qualitativas de árvores plantadas e colhidas. Em busca de maior agilidade, a Klabin encontrou no SAS, líder em análise avançada de dados e parceira da empresa desde 1986, uma solução adequada para otimizar os seus recursos com a implementação do SAS Analytics Pro, solução de alto impacto visual voltada para a análise estatística e elaboração de relatórios.

Segundo o especialista do setor de mensuração florestal da Klabin, Luiz Gastão Bernett, o processamento das informações antes do uso do sistema SAS era um procedimento muito demorado. Hoje, os resultados são disponibilizados em menos de cinco minutos. “Já tínhamos testado outros softwares para a produção de relatórios, mas nenhum conseguiu apresentar a mesma aderência que as tecnologias do SAS por conta do seu aspecto visual amigável. Constatamos que os usuários da nossa empresa começaram a gostar das ferramentas, tanto os que já tinham maior familiaridade com números quanto os colaboradores que preferiam imagens ilustrativas”, explica Bernett.

O especialista informa que as plataformas trouxeram um ganho operacional significativo na verificação de informações ligadas à coleta de campo - altura, diâmetro, bifurcação e outras características que precisam ser monitoradas nas árvores. “Com a adesão das ferramentas do SAS, evoluímos de um processo mais mecanizado para uma análise avançada de dados em tempo real. Ao mesmo tempo, quebramos o paradigma entre os funcionários que acreditavam que esse tipo ferramenta servia apenas para os especialistas em programação”, conta.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes