Menu

Reciclagem de notas, biometria e mobilidade são exibidas pela OKI Brasil

Wilton Ruas, diretor geral da OKI Brasil Wilton Ruas, diretor geral da OKI Brasil

Oferta visa propiciar eficiência operacional, alta disponibilidade e segurança

A OKI Brasil buscará mostrar no CIAB FEBRABAN 2015 como a tecnologia pode trazer ganhos de eficiência para os bancos dentro e fora do ambiente de agência, possibilitando novas interações, maior segurança e uma experiência diferenciada para os clientes.

Entre os objetivos da empresa para este ano no CIAB FEBRABAN, estão a demonstração de como funciona a reciclagem de notas, presente em ATMs e TCRs, recicladores para ambientes de caixa e tesouraria. A empresa apresentará os benefícios dessa tecnologia, que permite manter elevados níveis de serviço com menor uso de numerário, com a diminuição nas reposições por transporte de valores.

Além disso, serão expostas soluções de biometria, que aumentam a comodidade para o correntista, ao mesmo tempo em que proporcionam uma diminuição drástica na ocorrência de fraudes, também trazendo mais segurança no acesso a ambientes controlados. Por fim, o objetivo é definir um novo posicionamento em serviços, mostrando como uma abordagem ponta a ponta pode prover às instituições financeiras níveis elevados de disponibilidade para seu parque de TI.

“Pela combinação de tecnologias de classe mundial com o profundo conhecimento do mercado brasileiro, a OKI Brasil busca desenvolver equipamentos, soluções e serviços que proporcionam eficiência aos negócios bancários e praticidade para o usuário, antecipando as necessidades dos bancos e de seus clientes”, afirma Wilton Ruas, diretor geral da OKI Brasil.

A companhia, segundo ele, investe cada vez mais em inovação e aprimora sua forte capacidade de integração tecnológica. “No ano de 2015, nosso objetivo é expor soluções voltadas para maior eficiência e segurança no ambiente bancário. Também mostraremos a integração de tecnologias de autoatendimento com o uso de dispositivos móveis, em linha com a transformação no papel das agências, que passam a ser mais relacionais e que integram seu atendimento às estruturas multicanal dos bancos”, comenta.

Mais detalhadamente, a OKI Brasil estará presente com as mais modernas soluções de ATMs, biometria, tesouraria e terminais de caixa. O destaque no evento é a ATM Adattis Recycler, equipamento que permite que os depósitos feitos em dinheiro possam ser creditados em tempo real na conta do correntista, proporcionando maior eficiência operacional para os bancos com o reaproveitamento de cédulas depositadas.

Esta tecnologia, de acordo com a fabricante, baixa de forma significativa os custos com transporte de valores e proporciona maior agilidade operacional aos bancos. Além disso, os mecanismos recicladores da OKI Brasil, que contam com uma tecnologia própria, oferecem ainda benefícios como alta disponibilidade no equipamento, maior velocidade de contagem de notas e elevada taxa de reconhecimento, detectando se as cédulas são verdadeiras ou falsas. 

Além disso, os cassetes (repositórios de notas) da Adattis Recycler são intercambiáveis com outros equipamentos OKI, como o TCR TG7 (reciclador para o ambiente dos caixas e tesouraria dos bancos). Este é um importante diferencial, uma vez que este ecossistema reciclador OKI traz agilidade para os bancos e melhores níveis de serviço para os correntistas.

Por exemplo, numa situação com um ATM com poucas notas e um TCR no caixa completamente abastecido, é possível trocar os cassetes entre o TCR e o ATM, sem precisar recontar as notas. Assim, o ATM fica abastecido e o TCR fica com um cassete liberado para aceitar novos depósitos. Outro diferencial da ATM Adattis Recycler está em seu cofre isolado, um compartimento blindado adicional para os cassetes, dentro do cofre principal, que dificulta o acesso às notas em ataques por explosão.

Multibiometria em oferta

A empresa, já consolidada como um grande player no mercado de biometria, apresenta sua plataforma que possibilita aos bancos o uso da multibiometria, onde diversas tecnologias biométricas (face, finger e palm) podem atuar de forma independente ou combinada. A proposta é que os bancos possam operar com mais de um sistema biométrico, a partir de suas estratégias. Isso permite usar a biometria na abertura de contas – dentro e fora da agência – e na substituição ou complementação de sistemas de cartões e senhas, proporcionando ao cliente conveniência, segurança a todo o ambiente, impedindo as ocorrências de fraude.

Além de suas soluções em hardware e software, a empresa também demonstra suas soluções em serviços voltadas a garantir uma alta disponibilidade em ativos de TI, por meio da Gestão de Parques de ATMs, com monitoramento e manutenções com grande agilidade, tudo para garantir que os terminais de autoatendimento do banco proporcionem maior retorno em seu investimento.

A empresa também mostra seu portfólio em redes e Telecom, proporcionando conectividade com baixos custos, com a oferta Rede como Serviço; e a sua solução de Gestão de Implantação de Agências, em que a OKI Brasil assume a coordenação de todos os fornecedores responsáveis por serviços de infraestrutura e utilities, para entregar uma agência completa operando segundo o cronograma planejado pelo banco, com custos competitivos.

 

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes