Menu

Pitney Bowes apresenta soluções para o varejo eletrônico no Fórum E-Commerce Brasil 2017

Pitney Bowes apresenta soluções para o varejo eletrônico no Fórum E-Commerce Brasil 2017

Engajamento do cliente, gestão de informações e inteligência de localização serão alguns dos recursos exibidos

A Pitney Bowes apresenta sua linha de soluções de engajamento do cliente, gestão de informações e inteligência de localização para que os varejistas tenham uma visão única dos clientes. Os produtos de logística expressa, Same Day Delivery e omnichannel serão destaque no Fórum E-Commerce Brasil 2017, que será promovido de 25 a 27 de julho no Transamérica ExpoCenter, em São Paulo.

“Um envio rápido e seguro é primordial para uma loja virtual obter credibilidade e vender mais. Os clientes não se preocupam com o fato de quão complexa é a logística. Eles querem receber suas remessas no prazo prometido”, afirma Julio Dantas, diretor comercial da empresa. A Pitney utiliza seus conhecimentos e dados de geolocalização para oferecer soluções que gerenciam o processo desde o início da jornada do produto até a entrega ao cliente.

A integração entre a loja física e a digital é outro fator primordial para o sucesso do e-commerce. O importante é oferecer uma experiência ominichannel aos clientes que deverão superar suas expectativas. “Temos soluções que suprem as necessidades do e-commerce e garantem segurança e qualidade tanto para os comerciantes como para os clientes”, diz Dantas.

Divulgado em novembro de 2016, o estudo Parcel Shipping Index da Pitney Bowes apresentou aumento de 13,9% no volume de entregas no Brasil em relação ao ano anterior. O aumento resultou em 0,57bi de encomendas contra 0.50bi em 2014. Os gastos com operações de entrega atingiram custos de R$ 10,27 bilhões, 15,4% maior do que o registrado em 2014, de R$ 8,90 bilhões. As entregas B2C tiveram impacto positivo no crescimento do volume de entregas, impulsionado principalmente pelo aumento do comercio eletrônico.

O Parcel Shipping Index é um relatório anual que mede o volume e os gastos com remessas B2B, B2C e até mesmo dos consumidores para empresas e remessas consignadas para clientes em 12 grandes mercados.

“O comercio eletrônico cresce ano a ano, pois o consumidor brasileiro tem cada vez mais confiança na segurança dos sites. De outro lado, as empresas investem em tecnologias para proporcionar experiências cada vez mais interessantes e atrativas”, conclui e executivo.

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo
Info for bonus Review William Hill here.

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes