Back-office

Bradesco


Clique na foto e veja a legenda

Projeto do Bradesco permite a solicitação de serviços online

Clientes vão se “autoatender” diretamente nos canais Net Empresa e Internet Banking

Edilma Rodrigues

Os clientes do Bradesco vão ter à sua disposição um catálogo online para solicitar serviços operacionais, como consulta de lançamentos e tarifas e, assim, não terão mais que se deslocar até uma agência. O projeto GCSB – Gestão Corporativa de Serviços Back-Office vai permitir fazer a solicitação, saber o andamento e obter a resposta, diretamente pelos canais Net Empresa e Internet Banking. A inovação valeu ao banco o Prêmio efinance na categoria Back-Office.

Atualmente, os clientes fazem suas solicitações na agência, que encaminha o pedido ao departamento responsável, e este, após o prazo definido, envia a reposta à agência, que a encaminha ao cliente. Com a implementação do GCSB, será possível fazer as solicitações online, diretamente ao departamento responsável pelo produto ou serviço, e acompanhar o andamento da solicitação no mesmo canal.

De acordo com o superintendente executivo de TI do Bradesco, Odair Mariotti, o projeto GCSB adiciona um catálogo de serviços pelo qual o próprio cliente poderá se “autoatender”, combinando facilidade de manuseio, agilidade na resposta das solicitações e segurança para o processo. “Para o Bradesco, também são gerados importantes ganhos, como melhoria na eficiência operacional, aumento na competitividade e maior satisfação dos clientes, possibilitando a fidelização da base”, descreve.

O projeto teve início em janeiro de 2016, com uma entrega parcial em maio de 2017. A previsão é de que seja finalizado em julho de 2018. No desenvolvimento, foi utilizada a metodologia Agile, com a participação de um grupo interdisciplinar e envolvimento de diversos departamentos da organização.

Além disso, foram feitas integrações com sistemas legados, criação de formulários nos padrões da arquitetura Bradesco, desenvolvimento de fluxo BPM e criação de estrutura de armazenamento no repositório corporativo Filenet. As tecnologias utilizadas são: AWB – Arquitetura Web Bradesco, BPM, Mainframe, Visual Basic (Integração com WFAP) e Filenet P8. A Scopus, empresa do Grupo Bradesco, participou da realização do projeto.