Aplicativo Mobile

, Published in Vencedores 2018

BANCO DO BRASIL

Gerenciador de Aplicativos Mobile (GAM)

 

 

 

Plataforma de serviços mobile do BB gera economia de R$ 4 milhões

 

 

 Do Banco do Brasil, José Urbano Duarte Junior, assistente empresarial TI; e Augusto Cesar Gonçalves de Azevedo, analista TI A.

 

O Gerenciador de Aplicativos Mobile registra cerca de 500 acessos diários com potencial para 100 mil acessos

Pelo celular, os gerentes ou especialistas de negócios do Banco do Brasil atendem clientes, orientam funcionários e cumprem as atividades de gestão fora do ambiente físico da agência com alguns cliques. Com praticidade, os funcionários da instituição podem responder mais rapidamente às demandas dos clientes. É o resultado da aposta do banco no conceito de plataforma como serviço denominado Gerenciador de Aplicativos Mobile (GAM), projeto vencedor do efinance 2018 na categoria Aplicativo Mobile.

A infraestrutura de serviços digitais permitiu reduzir de seis para dois meses o prazo de desenvolvimento e distribuição de serviços mobile, fator que contribuiu para reduzir em mais de 16 mil horas de desenvolvimento e gerar uma economia de R$ 4 milhões do orçamento em 2017 e 2018. O BB gastou R$ 2 milhões na implementação do projeto, o que significa uma boa relação custo-benefício já que é equivalente ao trabalho de cinco desenvolvedores durante o período de um ano.

Em apenas sete meses, a plataforma permitiu lançar seis novos negócios que já estão em ambiente de produção e outros cinco em fase de desenvolvimento. Além da redução do time to market – crucial em um cenário cada vez mais competitivo –, a iniciativa reforça a importância da sustentabilidade, pois promove a reutilização de componentes e reduz a complexidade no uso de APIs.

O gerenciador de aplicativos do BB amplia as oportunidades de criar valor para os públicos estratégicos, como clientes, funcionários da agência, desenvolvedores de TI e gestores. No total, são atendidos atualmente 80 desenvolvedores, com potencial para apoiar cerca de 400 funcionários. Já como canal, registra cerca de 500 acessos diários com potencial para 100 mil acessos.

No caso dos gestores, o GAM traz benefícios como a centralização da gestão do desenvolvimento, menor fragmentação dos canais de distribuição, padronização da experiência de interação que resultam em economia tanto no custo como no tempo de oferta das soluções. Para o desenvolvedor, a adoção da plataforma permitiu direcionar o foco para o negócio, além de reduzir a curva de aprendizado e facilitar o uso integrado de APIs. Os gerentes, por sua vez, têm acesso a um ambiente único, de fácil acesso que proporciona a gestão remota não só da sua carteira de clientes como dos processos internos da agência.

O gerenciador é composto por duas partes: o framework baseado na tecnologia Reactive Native, que permite a criação integrada de serviços para as plataformas mobile Android e IOS. Esses serviços são executados em máquinas virtuais Java script independentes, o que faz com que cada oferta seja empacotada, distribuída e oferecida em piloto, de maneira independente. A segunda parte é o aplicativo, pelo qual os usuários acessam os serviços.