Crédito

, Published in Vencedores 2018

CAIXA

Motor de Evolução de Crédito
Novo Modelo de Crédito Caixa

 

 

 

 

CAIXA imprime agilidade e integração às operações de crédito

 

 

 Da Caixa, Roberto Rose Rebouças, consultor de Ti; Watson Junior Felipe de Souza, consultor de TI; Naran Peçanha de Araújo, diretor executivo; Sandro Lereno Taborda da Silva, gerente nacional; Antonio Ricardo Vasconcelos Souza, consultor de TI; Tiago Barrios Molina Duarte, consultor de TI; e José Antônio Eirado Neto, vice-presidente

 

A ideia da instituição é que os cidadãos percebam o crédito comercial como meio de realização e não mais como um produto isolado e de difícil acesso

A CAIXA não quer ser vista apenas como um banco de benefícios, mas sim como uma instituição de negócios. Por isso, está modernizando seus sistemas de crédito, com dois projetos, ganhadores do prêmio efinance, na categoria Crédito, destinados a tratar as operações de crédito e torná-las mais ágeis, integradas e interativas.

O projeto Motor de Evolução de Crédito da Caixa Econômica Federal, cuja implantação teve início em abril, cria uma solução que padroniza uma dezena de aplicativos, de tecnologias e soluções distintas do Crédito Comercial da CAIXA. Além de agilizar, gerir e tratar as operações de crédito, de forma simplificada, e prover, segundo a instituição, visão inovadora de gestão dos custos e recursos envolvidos. Esse “motor” rendeu ao banco o Prêmio efinance 2018, na categoria Crédito.

Com o término da implantação do projeto, que levará 18 meses, a CAIXA avalia que haverá significativa melhoria no compliance e nos processos contábeis e tributários. Além disso, os clientes terão uma visão única e padronizada das funcionalidades de evolução dos contratos de crédito, independente das operações contratadas. Para o banco, isso o elevará a uma posição de referência junto aos órgãos reguladores.

De acordo com a instituição, os sistemas se traduzem na soma das regras das operações construídas ao longo do tempo e o projeto vai unificar, padronizar e simplificar questões de evolução dos contratos de crédito, gerando com isso uma redução significativa nos custos e nas equipes de manutenção das soluções. “Com isso o crédito, passa a contar com uma solução inovadora e sólida que permitirá à Caixa ser reconhecida verdadeiramente como um banco de negócios,” assinala a empresa.

Entre as funcionalidades da solução estão a inclusão, consulta e classificação de contratos; liberação de recursos; geração e classificação de parcelas; tratamento SIAEF, SIDEC, SIGCB, SINAF, SIARA, SIDEM, SINAD, SIAPC, SISFIN, SIEDE, SICPC e SIALC; posição e planilha de evolução da dívida; liquidação, entre outras.

Inicialmente a solução será disponibilizada para as operações de maior volume de saldo da carteira e de contratações, nas modalidades: Consignado, Operações BNDES, Veículos, Construcard e Crédito Rural.

 

Novo modelo de crédito - A Caixa Econômica Federal precisava modernizar seu sistema de crédito, sustentado por tecnologias defasadas, de três décadas, que dificultavam a inovação e sua competitividade. Em abril, a instituição iniciou a implantação da Plataforma de Crédito Comercial Caixa para tornar essas operações ágeis, integradas, cognitivas, interativas e compliance. “Essa estratégia aliada à capilaridade dos nossos canais, permitirá uma oferta significativa de oportunidades junto à população economicamente ativa. A Caixa deixa de ser vista apenas como banco de benefícios sociais e passa a ser vista como banco de negócios,” justifica a instituição.

O projeto Novo Modelo de Crédito Caixa, ganhador do prêmio efinance, conta com soluções mobile, automatização de contratantes e contratações 24x7, além de diversos serviços de crédito disponíveis em seus canais de atendimento digital: autoatendimento e omnichannel. A iniciativa rendeu ao banco o prêmio efinance 2018, na categoria Crédito.

A ideia da CAIXA é que os cidadãos percebam o crédito comercial como meio de realização e não mais como um produto isolado e de difícil acesso, uma vez que o cliente não quer apenas fazer um empréstimo, ele quer experimentar algo (comprar produtos/serviços, viajar, comer, se divertir, realizar sonhos etc).

A expetativa da instituição é reduzir em 60% o custo atual de manutenção, em 30% o custo do legado na implantação, em 25% a quantidade de aplicativos, entre outros benefícios.

O tempo de implantação do novo modelo será de dois anos e abrange as modalidades de crédito: consignado, operações BNDES, veículos, Construcard e crédito rural. Inicialmente, ele estará disponível para operações de maior volume de saldo da carteira e de contratação.

More in this category: « Aplicativos Sociais Mobile Banking »