Menu

Banco do Brasil inicia projeto de home office em Brasília e SP

Banco do Brasil inicia projeto de home office em Brasília e SP

Participam dessa iniciativa nove funcionários da Diretoria de Tecnologia

 

Instituição pretende contribuir para a modernização das relações de trabalho

Com o intuito de aprimorar a eficiência operacional, aumentar a produtividade e melhorar a qualidade de vida dos funcionários, o Banco do Brasil lançou projeto piloto em que alguns de seus colaboradores trabalham em casa (Home Office). Com isso, a instituição espera também ampliar a percepção dos valores da modernidade e inovação, alinhando-se às novas tendências de mercado.

"O Banco está atento ao perfil e características individuais de seus funcionários. Há quem obtenha maior rendimento trabalhando em casa. Dessa forma, com respeito às individualidades e dentro do interesse do serviço, a empresa pretende contribuir ainda mais para a modernização das relações de trabalho, com ganho de produtividade e maior qualidade de vida propiciada pelas novas tecnologias. Estudos apontam redução do absenteísmo e maior qualidade do trabalho", explica Carlos Netto, diretor de Gestão de Pessoas do BB.

Inicialmente, nove funcionários da Diretoria de Tecnologia, no Distrito Federal, e em São Paulo, participam da iniciativa e já cumprem suas jornadas de trabalho de casa. Até o final do primeiro semestre, o Banco prevê a adesão de 100 funcionários, com posterior expansão para outras áreas do BB, como diretoria de Operações, Mercado de Capitais e Gestão de Pessoas. 

 Dentre as vantagens do home Office estão a maior qualidade de vida, com ganho de tempo gasto com deslocamento urbano e aumento da motivação para o funcionário, além do aumento de produtividade, melhor organização do trabalho e diminuição de custos estruturais.                       

 O teletrabalhador só poderá exercer o trabalho na sua residência, em área certificada pelo Serviço Especializado em Engenharia da Segurança e em Medicina do Trabalho (Sesmt). A adesão será por livre opção do funcionário, que estará sujeito às mesmas regras do ponto dos demais funcionários. Os participantes passam por processo de seleção, assim como os gestores são treinados para implantarem com qualidade a nova dinâmica de relacionamento com a sua equipe. 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes