Menu

Fim da contabilidade criativa mostra déficit comercial de US$ 6,248 bi em 2014

Fim da contabilidade criativa mostra déficit comercial de US$ 6,248 bi em 2014

Obrigado a aplicar, desde abril deste ano, a nova metodologia do Manual de Balanço de Pagamentos e Posição Internacional de Investimento do Fundo Monetário Internacional (BPM6), o Banco Central teve de fazer uma revisão geral nas contas recentes do balanço de pagamentos.

E, ao que parece, a contabilidade criativa não se limitava às contas do setor público (governo federal, estatais, INSS, estados e municípios). A balança comercial, que oficialmente tinha produzido déficit de US$ 3,959 bilhões no ano passado, teve as contas revistas e passou a registrar déficit mais de U$ 2,2 bilhões superior em 2014: US$ 6,248 bilhões (+57,8%). Provavelmente, alguma das plataformas de petróleo, construídas aqui e 'exportadas' pela Petrobras para uma subsidiária do exterior e arrendadas novamente à estatal sob a forma de leasing, teve as contas revistas. Ou as importações de petróleo que acabam contabilizadas no ano seguinte, como em 2013, tiveram que ser registradas no mesmo ano. Então o rombo externo cresceu muito.

De janeiro a abril deste ano, o déficit da balança comercial está em R$ 5,830 bilhões. E a previsão do BC para o ano já foi reduzida: o saldo esperado baixou de US$ 4 bi para US$ 3 bilhões. Outra conta que baixou foi a do déficit de viagens: de US$ 17,5 bi para US$ 16 bi. Se, desta vez, o BC acertar (o dólar alto e a crise econômica interna demoveram muitos brasileiros da intenção de viajar), será um ganho grande, pois o déficit foi de US$ 18,724 bilhões em 2014.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes