Logo
Imprimir esta página

A nova onda das Fintechs: maquininhas de cartão para nichos

Thiago Arnese, sócio-fundador da Hash lab Thiago Arnese, sócio-fundador da Hash lab

Chega ao fim uma era de negligência com os lojistas menores e outros segmentos, que sofriam com os altos valores praticados por parte dos grandes players

Thiago Arnese (*) 

A prestação de serviços financeiros deixou de ser algo restrito apenas às grandes instituições. Houve um tempo em que ter acesso a maquininhas de cartão era exclusividade de grandes redes varejistas ou lojas com grande volume de compras. Para o pequeno lojista, o único meio de pagamento conhecido era o papel, ou seja, o dinheiro vivo. Mas a revolução do efeito “moderninha” mudou isso. As fintechs, empresas inovadoras com foco em tecnologia financeira, vieram para democratizar os meios de pagamentos, como as maquininhas de cartão. 

O mercado de pagamentos é revolucionado dia após dia. As transações realizadas por cartão tiveram um crescimento de 5%, conforme pesquisa Beyond Cashback: Credit Cards and The Premiumisation of Consumer Payments, da Euromonitor International. Esse crescimento é mais acelerado do que os proventos recebidos em espécie. Com a popularização das fintechs, a área ficou exposta e trouxe à luz uma demanda que era, até então, pouco explorada pelas empresas: as soluções de pagamentos físicas – ou maquininhas de cartão. 

Com isso, diversas empresas de tecnologia em pagamentos começaram a atuar em nichos que até então eram desconsiderados pelos tradicionais players do setor de pagamentos. O pequeno varejista, que não era atendido por não contar com uma solução de pagamento adequada para o seu perfil, passou a ter uma opção. A possibilidade de ter uma máquina de cartão específica para sua necessidade tornou-se uma realidade. 

As novas companhias de tecnologia financeira conseguiram entender melhor as necessidades desse nicho de micros e pequenos empresários e a solução que melhor lhes atendem. Se formos olhar para o B2B (negócios entres empresas), há diversas companhias que possuem uma rede de pequenos estabelecimentos ou de pequenos vendedores que podem se beneficiar diretamente criando sua própria solução de pagamento. 

Com soluções customizadas, as fintechs podem oferecer para empresas de fornecimento ou de distribuição que possuam uma rede própria de pequenos empreendedores individuais, como vendedores diretos, uma solução de pagamento que atenda perfeitamente às necessidades daquele segmento. Desta forma, une-se o útil ao agradável, com uma solução de pagamento específica para o nicho de atuação.   

Alguns exemplos desses nichos são as franquias, as empresas que vendem ingressos, as empresas de venda direta, os atacados e distribuidores, entre outras. Essas empresas podem criar suas próprias maquininhas de cartão e assim oferecer seu próprio meio de pagamento para sua rede de estabelecimentos ou de pequenos vendedores, proporcionando uma experiência melhor para sua cadeia. Tudo isso a partir de um parceiro tecnológico estratégico, que oferece a solução. 

Um exemplo mais claro de como uma solução própria e customizada de pagamento pode auxiliar um nicho específico: uma empresa de venda direta pode oferecer seu próprio meio de pagamento integrado à sua solução para seus revendedores. Além do ganho financeiro, a rede de revendedores se beneficia com taxas melhores e prazos maiores de pagamento, zerando a inadimplência da empresa de venda direta. Esse é o desafio. Quebrar paradigma, dando poder para que empresas entreguem soluções muito além de processamento de transações e serviços tradicionais. 

Com essa democratização, chega ao fim uma era de negligência com os tradicionais lojistas menores e outros nichos de atuação, que sofriam com os altos valores praticados nas soluções de pagamento ofertadas pelos grandes players.

Ainda há uma barreira enorme de entrada no mercado financeiro e de pagamentos para o desenvolvimento de soluções, porém já é possível encontrar a infraestrutura para essa mudança. Dessa maneira, qualquer empresa pode se torna uma fintech, gerando valores para os seus clientes e tornando esse mercado cada vez mais forte. 

(*) Sócio-fundador da Hash lab, empresa de tecnologia para o ecossistema de meios de pagamentos

Joomla SEO by MijoSEF
© Executivos Financeiros Todos os direitos reservados.