Menu

Mercado secundário de debêntures tem recorde de ativos líquidos em dezembro

O avanço puxou para cima a média mensal de ativos líquidos em 2019, que totalizou 46 debêntures, ante 25 em 2018

O número de debêntures consideradas líquidas no mercado secundário alcançou recorde em dezembro de 2019. De acordo com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), as 84 séries registradas no período representam o maior resultado mensal desde 2012. Em relação a novembro, por exemplo, houve alta de 38%. O avanço puxou para cima a média mensal de ativos líquidos em 2019, que totalizou 46 debêntures, ante 25 em 2018. São considerados líquidos os ativos que têm, em média, um negócio por dia, volume de R$ 1 milhão negociado por dia e que passam pelo menos a metade do mês em negociação.

 Os títulos com remuneração atrelada ao DI e ao DI + spread foram os responsáveis por boa parte desta alta. As debêntures indexadas ao DI consideradas líquidas passaram de sete, em novembro, para 17 séries, em dezembro, enquanto os papéis atrelados ao DI + spread saltaram de três para 13. Esse crescimento está relacionado ao ajuste dos preços dos papéis em novembro, quando o IDA-DI (índice da Anbima que mede o desempenho das debêntures remuneradas pelo DI) registrou queda de 0,07%. O movimento de adaptação nos preços dos papéis promoveu retomada da demanda por parte dos investidores no mês seguinte, aumento no número de negócios e valorização de 0,43% no IDA-DI.

Mais informações sobre ativos líquidos e outras estatísticas do mercado secundário estão disponíveis nos Indicadores REUNE, publicação mensal da Anbima.

Leia mais ...

C6 Bank isentará clientes da tarifa de cheque especial

A partir de 6 de janeiro, entram em vigor novas regras para uso do cheque especial no país. Correntistas do C6 Bank não vão pagar tarifa para usar o serviço

O C6 Bank decidiu isentar os seus clientes da tarifa de cheque especial. Segundo a resolução 4.765 do CMN (Conselho Monetário Nacional), a partir de 6 de janeiro de 2020, os bancos podem começar a cobrar tarifa para disponibilizar o serviço a clientes com limites superiores a R$ 500.

As novas regras também preveem um novo teto para os juros do cheque especial, que não poderão passar de 8% ao mês. Os bancos têm até 1º de junho para aplicar o teto a todos os clientes, mas o C6 Bank decidiu se adiantar ao prazo legal e oferecer os juros menores a todos os clientes já a partir de 6 de janeiro.

A estratégia do C6 Bank é posicionar seus produtos de forma competitiva no mercado. O banco, por exemplo, oferece serviços bancários básicos de graça. Não há cobrança de taxas para manutenção da conta corrente, saques, pagamentos, emissão de boletos, transferências e para emissão de cartão de crédito na modalidade standard. Todos os clientes também recebem, gratuitamente, uma tag para pagamento automático de pedágios, sem taxa de adesão ou mensalidade.

Leia mais ...

Mais brasileiros adotam bancos virtuais, revela pesquisa da Fiserv

Quase 20% dos brasileiros agora têm sua conta principal em um banco digital, com jovens de 18 a 34 anos liderando o movimento

Graças aos avanços da tecnologia e às mudanças nas preferências dos consumidores, os bancos virtuais se aproximam cada vez mais dos tradicionais. De acordo com pesquisa encomendada pelo fornecedor global de tecnologia de serviços financeiros Fiserv, Inc. (NASDAQ: FISV) e realizada pela Toluna Insights, quase 20% dos brasileiros agora têm sua conta financeira principal em um banco digital, apenas online e sem agências físicas.

 A pesquisa, feita com 600 brasileiros, constatou que enquanto 61% dos consumidores têm sua conta financeira primária em um grande banco nacional, 18% optam por um banco digital. Juntas, essas porcentagens superam os 11% que têm sua conta principal em um banco regional (físico, mas de menor porte do que os de alcance nacional). O resultado mostra que os bancos virtuais são mais populares entre os consumidores entre 18 e 34 anos, uma vez que 21% dos respondentes dessa faixa etária possuem sua conta principal em um banco digital.

 A popularidade dos bancos virtuais ressalta a mudança nas preferências do consumidor e uma afinidade crescente pelas interações financeiras digitais em geral. Independentemente de onde possuem sua conta principal, os entrevistados preferem predominantemente interagir com sua organização financeira principal via aplicativos de mobile banking (43%) e internet banking (25%), enquanto as interações tradicionais nas agências foram escolhidas por 16%. "O consumidor espera cada vez mais por experiências modernas e intuitivas, não importando qual banco ele escolha para ter sua conta principal”, explica René Salazar, vice-presidente de soluções bancárias da Fiserv para a América Latina.

 Em muitos casos, as instituições financeiras podem aprender com as fintechs, que estão estabelecendo o padrão para as experiências digitais dos consumidores. Às vezes, isso significa colaboração e, em outras, implantar tecnologia que pode nivelar o campo de atuação, permitindo experiências financeiras digitais alinhadas às expectativas dos consumidores de hoje.

 “Com o DigitalAccess da Fiserv, as instituições financeiras podem atender seus clientes com mais eficiência, proporcionando uma experiência online enriquecida, mantendo o controle total de sua estratégia”, diz Salazar. "O Digital Access permite uma experiência perfeita do cliente em todos os dispositivos, de smartphones a tablets, laptops e desktops, ajudando a posicionar nossos clientes para competir de maneira eficaz em um mundo digital em constante mudança, completa".

 A Fiserv, com sede em Wisconsin, entrou no Brasil em 2009 e oferece uma variedade de soluções financeiras premiadas que podem ser integradas a um sistema preexistente ou implantadas como soluções independentes. O DigitalAccess é uma solução única para todas as necessidades online e móveis. Ajuda as instituições financeiras a oferecer toda a gama de serviços bancários e de pagamento digital que os consumidores de hoje exigem - de maneira rápida, segura e eficaz.

Em um mundo que se move mais rápido do que nunca, a Fiserv ajuda os clientes a fornecer soluções que acompanham a maneira como as pessoas vivem e trabalham hoje - serviços financeiros na velocidade da vida.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes