Menu

Consumidor pode consultar celulares pré-pagos ligados ao seu CPF

A medida vai possibilitar que o consumidor verifique se há alguma linha estranha ao seu conhecimento vinculada à prestadora

 

A medida vai possibilitar que o consumidor verifique se há alguma linha estranha ao seu conhecimento vinculada à prestadora

A partir desta quarta-feira (22/1), todos os consumidores podem consultar no portal https://cadastropre.com.br/#/ a existência de celulares pré-pagos no seu CPF, em cada uma das prestadoras: Algar, Claro, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo.

A solução foi apresentada pelas empresas no Plano de Ação Setorial e aprovada pela Anatel no âmbito do Projeto Cadastro Pré-Pago.

A medida vai possibilitar que o consumidor verifique se há alguma linha estranha ao seu conhecimento vinculada à prestadora e, sendo o caso, que possa solicitar o seu cancelamento. Hoje, no Brasil, há cerca de 135 milhões de celulares pré-pagos e, destes, 3 acessos a cada 1000 apresentam inconsistências cadastrais.

O pedido de cancelamento do consumidor deverá ser atendido em até 24 horas, caso a solicitação seja executada por meio de atendente, e até 48 horas se solicitada automaticamente (no call center ou portal da prestadora, sem a intervenção humana).

Na área de Perguntas Frequentes do portal estão relacionadas respostas às principais dúvidas sobre os serviços, além da lista com os endereços eletrônicos e as centrais de atendimento das prestadoras para contato, em caso de solicitações de cancelamento de linha indevidamente vinculada ao CPF.

Eventualmente, as prestadoras poderão entrar em contato com os detentores de linhas sem titularidade reconhecida para solicitar a atualização cadastral, sob pena de cancelamento das mesmas.

Projeto Cadastro Pré-Pago. A iniciativa da Anatel busca garantir que a base cadastral da telefonia móvel esteja correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes e, dessa forma, proporcionar mais segurança aos consumidores.

A primeira etapa do Projeto ocorreu entre abril e novembro de 2019. Neste período, as prestadoras realizaram campanha para atualização cadastral junto aos titulares de linhas pré-pagas ativas de todo o País.

Em 2020, estão sendo iniciadas a segunda e a terceira etapas. Além da disponibilização do Portal de Consulta de Linhas por CPF, estão previstas medidas adicionais para melhoria dos procedimentos de habilitação de novos chips, como a adoção de um modelo de cadastro com validação documental e digitalização das informações cadastrais, entre outras ações.

Como atualizar dados cadastrais. Caso o consumidor queira tirar dúvidas sobre o assunto ou solicitar atualização de seus dados cadastrais, basta entrar em contato telefônico com a sua prestadora.

 

 
 

Leia mais ...

Anatel aprova novo Regulamento de Qualidade dos Serviços de Telecom

Com o novo modelo de gestão as condições de qualidade experimentadas pelos consumidores serão refletidas com mais precisão

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, na semana passada, o Regulamento de Qualidade dos Serviços de Telecomunicações. Com o novo modelo de gestão da qualidade adotado pela Agência, as condições de qualidade experimentadas pelos consumidores serão refletidas com mais precisão.

Anualmente, serão atribuídos Selos de Qualidade nas categorias “A”, “B”, “C”, “D” e “E” com granularidades municipal, estadual e nacional, o que dará maior transparência e empoderamento ao consumidor na escolha da sua prestadora.

O eventual rebaixamento de uma prestadora para as categorias de “D” e “E” possibilitará a quebra de contrato pelo consumidor, sem pagamento de multa pelo tempo de permanência.

Observadas as premissas de regulação responsiva, será possível a adoção de medidas específicas e adequadas ao caso concreto, como, por exemplo, a compensação ao consumidor, a exigência de plano de ação e a adoção de medidas cautelares, com intuito de garantir o aprimoramento dos padrões de qualidade.

Em sua manifestação, o conselheiro Emmanuel Campelo, relator da proposta aprovada, destacou a relevância do tema e afirmou que a simples divulgação dos resultados tende a incentivar as prestadoras a obter melhores resultados para evitar a migração de seus assinantes para outras empresas.

Leia mais ...

RFS inicia 2020 com foco em soluções para 5G

A ideia é ampliar o portfólio para cobertura LTE e LTE Advanced com soluções plug-and-play

A Radio Frequency Systems (RFS) começa a planejar 2020 com os olhos voltados para os grandes investimentos já anunciados pelos principais players da América Latina na corrida rumo à tecnologia 5G.

“A evolução para a rede 5G hoje direciona o portfólio de soluções da RFS no mundo”, afirma Wilson Conti, vice-presidente de vendas e líder para a América Latina. Segundo ele, a empresa planeja expandir seu atual portfólio de soluções para atender, inclusive, a frequência de 3.5 GHz.

“A ideia é ampliar o portfólio para cobertura LTE e LTE Advanced com soluções plug-and-play, prontas para suportar a futura rede 5G a partir de um upgrade simples. Dessa forma, é possível evitar a substituição e garantir a performance do produto, minimizando custos adicionais de infraestrutura e instalação”, explica Conti. Essa é a proposta da antena ativa-passiva, por exemplo, apresentada ao mercado latino-americano em 2019.

Além disso, a RFS tem como meta ampliar sua participação nos principais projetos de cobertura indoor da região, incluindo mercados como transporte, óleo & gás, mineração, entre outros. “A ampliação das malhas rodoviárias e ferroviárias nos diversos países da América Latina, por exemplo, abre novas oportunidades de negócios para a empresa”, destaca o executivo. Ele ressalta que a solução baseada em cabos irradiantes de dupla polarização, patenteada pela RFS, oferece melhor desempenho em aplicações MIMO (taxa de tráfego de dados mais elevada), mantendo a homogeneidade de sinal ao longo de todo trajeto em áreas confinadas.

Para 2020, a empresa também planeja apresentar ao mercado regional suas novas antenas base station para small cells. Com apenas 60 cm e 14 portas, elas cobrem todas as frequências atuais (2G até 4G) e a nova banda de 3.5 GHz. 

“Em um mercado dinâmico, um diferencial importante é a disponibilidade de soluções capazes de otimizar a cobertura, com aplicação imediata e no futuro. É isso que nos torna um parceiro estratégico na evolução das redes”, finaliza Conti. 



 

Leia mais ...
Assinar este feed RSS

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes