Menu

Red Hat lança plataforma open source para construir nuvens OpenStack

Red Hat lança plataforma open source para construir nuvens OpenStack

Nova solução permite construir IaaS (Infraestruturas como Serviço)

A Red Hat, provedora global de soluções open source, lança a Red Hat Enterprise Linux OpenStack Platform 6 (RHELOSP6). A solução foi criada para servir de base para a construção de infraestruturas como serviço (IaaS) e integra a robustez e agilidade da tecnologia OpenStack com a segurança e estabilidade do sistema operacional corporativo Linux da Red Hat. Ela estabelece ainda um novo padrão para projetos de nuvem aberta para clientes de diversos setores, como educação, finanças, governo, saúde, varejo, internet e telecomunicações.

Construída com seu inovador conceito colaborativo, a nova solução reforça as plataformas de nuvem da Red Hat com melhorias tanto no Linux quanto no OpenStack. A interoperabilidade e a facilidade de uso continuam sendo destaque, como as atualizações do instalador gráfico e as funções de gestão, que aumentam a eficiência e reduzem as complexidades de uma implementação em nuvem.

A nova plataforma IaaS da Red Hat utiliza como base a versão mais recente do OpenStack (Juno) e apresenta diversos recursos destinados a facilitar as implantações corporativas da tecnologia dentro de data centers. Além disso, oferece recursos específicos para provedores de telecomunicações, que permitem a implementação de funções de virtualização de rede (NFV) entre as operadoras, entre as quais estão:

° Suporte a IPv6 para redes dos provedores e de seus clientes (tenants), permitindo que os clientes atribuam endereços IPv6 em redes físicas e em roteadores virtuais OpenStack Networking (Neutron) nos modos estático e dinâmico.

° Alta disponibilidade do módulo Neutron oferece uma implementação OpenStack atualizada com agentes Neutron no modo “ativo-ativo” para uma configuração de alta disponibilidade. Isso melhora a redundância na rede, proporcionando maior tempo de operação e melhorando a estabilidade das nuvens com maior escala de produção.

° Redes SR-IOV (Single root I/O virtualization ou administrador único para virtualização de I/O), apoiadas por um novo driver, permitem ao usuário executar uma comutação de rede diretamente em seu hardware, ignorando os níveis de hipervisor e de switch virtual.

° Suporte para backends Multi-LDAP e domínios, tudo dentro de um único node do Serviço de Identidade, facilitando os processos de instalação e configuração da plataforma, bem como as operações rotineiras.

° Suporte completo para processamento de dados, com o serviço Sahara (Hadoop) tendo suporte técnico completo e permitindo processos de big data.

° Maior integração com armazenamento Ceph com novos recursos para o OpenStack Compute (Nova) e o OpenStack Block Storage (Cinder), incluindo suporte completo para volumes sem persistência apoiado pelo dispositivo de bloco do Ceph. Isso permite a existência de nodes de computação sem disco e a inicialização quase instantânea de novas máquinas virtuais.

° Novos recursos em preview tecnológico, destacando a contínua inovação da Red Hat no espaço OpenStack com o lançamento de recursos com suporte limitado (preview tecnológico), como instalação em novas máquina (bare metal) e gerenciamento TripleO (OpenStack on OpenStack).

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes