Menu

Ibovespa perde R$ 1,2 tri nos últimos quatro meses

Ibovespa perde R$ 1,2 tri nos últimos quatro meses

No mesmo período dólar avançou 19,27%, aponta estudo da CMA

 

Empresas brasileiras têm forte dependência da moeda estrangeira

O clima de instabilidade toma conta dos mercados financeiros no Brasil. De setembro de 2014 até o último dia 12 deste mês, o Ibovespa, principal índice do mercado de ações, perdeu R$ 1,2 tri em valor de mercado. No mesmo período o dólar avançou 19,27%, segundo estudo realizado pela CMA, empresa líder na América Latina em sistemas de informações, análises e negociação para os mercados financeiro e de commodities.

O início deste ano tem sido marcado, mais uma vez, pelo forte clima de instabilidade pelo qual a economia brasileira vem passando nos últimos anos.

Ainda de acordo com o levantamento da CMA, em 03 de setembro de 2014 o IBOVESPA tinha um valor total de mercado R$ 1,613 Tri, diante de R$ 415 Bi ao final do último pregão (12), revelando perdas de R$1,2 Tri no período.

O estudo também revela que, no mesmo período, o dólar teve um crescimento de 19,27%, saindo do fechamento de R$ 2,236 para R$ 2,667. A correlação de alta de dólar contra a queda do Ibovespa demonstra como as empresas brasileiras têm uma forte dependência com relação a moeda americana.

As principais perdas financeiras foram das empresas:
Petrobras (-R$ 188.523.506.060,94); Banco do Brasil (-R$ 39.857.950.748,20); Vale do Rio Doce (-R$ 28.119.605.945,26); Bradesco (-R$ 24.149.752.911,59); Santander (-R$ 21.130.335.200,00); Itaú-Unibanco (-R$ 17.306.321.320,00); OI AS (-R$ 10.902.507.752,50); BB Seguridade (-R$ 10.000.000.000,00); BVMF (-R$ 9.272.000.000,00); CCRO3 (-R$ 7.680.304.320,00).

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes