Menu

EMC apresenta receita recorde no quarto trimestre

EMC apresenta receita recorde no quarto trimestre

Lucro líquido não-GAAP foi de R$ 1,15 bilhão, aumento de 12%

 

Faturamento de 2014 atingiu US$ 24,4 bilhões, elevação de 5%

A EMC Corporation (NYSE:EMC) divulgou os resultados financeiros do 4º trimestre e do ano de 2014. A receita consolidada recorde no 4º trimestre foi de US$ 7 bilhões, 5% acima do mesmo período do ano anterior. O lucro líquido não-GAAP atribuível à EMC foi de US$ 1,15 bilhão, um aumento de 12% em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. Os ganhos GAAP por média ponderada de ação diluída foram de US$ 0,56 no 4º trimestre, 17% acima do mesmo período do ano anterior. Os ganhos não GAAP1 por média ponderada de ação diluída foram de US$ 0,69, 15% acima do mesmo período do ano anterior.

A receita de 2014 foi de US$ 24,4 bilhões, um aumento de 5% em comparação com o ano anterior. O lucro líquido GAAP atribuível à EMC em 2014 foi de US$ 2,7 bilhões, 6% abaixo do ano anterior, e os ganhos GAAP por média ponderada de ação diluída foram de US$ 1,32, 1% abaixo do ano anterior. O lucro líquido não-GAAP2 atribuível à EMC em 2014 foi de US$ 3,9 bilhões, um aumento de 1% em relação ao ano anterior, e os ganhos não-GAAP2 por média ponderada de ação diluída foram de US$ 1,90, um aumento de 6% em relação ao ano anterior.

Em 2014, a EMC gerou US$ 6,5 bilhões em fluxo de caixa operacional e US$ 5 bilhões em fluxo de caixa livre3. A empresa fechou 2014 com US$ 14,7 bilhões em caixa e investimentos. No 4º trimestre, a EMC readquiriu aproximadamente US$ 1,6 bilhão de suas ações ordinárias e retornou cerca de US$ 240 milhões aos acionistas via dividendos trimestrais. Durante 2014, a EMC retornou US$ 3,9 bilhões aos acionistas por meio da reaquisição de US$ 3 bilhões em ações ordinárias e aproximadamente US$ 900 milhões via dividendos trimestrais.

De acordo com Joe Tucci, presidente e CEO da empresa a EMC mostrou um desempenho sólido no 4º trimestre e durante todo o ano de 2014. A estratégia foi fazer um bom trabalho apesar do ambiente altamente dinâmico e desafiador de TI. “A empresa permanece no primeiro plano em nosso setor, com um portfólio líder de soluções e serviços para ajudar os clientes a otimizar suas atuais infraestruturas e a criar novas, que se beneficiem das oportunidades criadas pela nuvem, pelos dispositivos móveis, pelas redes sociais e pelo big data. Entramos em 2015 financeiramente fortes e bem posicionados para continuar conquistando maior participação no mercado”, argumenta.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes