Menu

Lucro líquido da SulAmérica cresce 14,2% em 2014

Lucro líquido da SulAmérica cresce 14,2% em 2014

Receita total consolidada aumentou 15,1% no ano

 

Na operação seguros empresa emitei R$ 13,5 bilhões em prêmios

A Sul América S.A encerrou 2014 com lucro líquido recorrente recorde de R$ 548,7 milhões, representando crescimento de 14,2% em relação a 2013. No quarto trimestre, o aumento do lucro líquido foi de 1,9%, atingindo a soma de R$ 294,6 milhões. Alta significativa também foi registrada na receita total consolidada que chegou a R$ 4,2 bilhões nos últimos três meses de 2014 e crescimento de 15,1% no ano, totalizando R$ 16,9 bilhões em 2014.

 Considerando a operação de seguros, a SulAmérica emitiu em 2014 um total de R$ 13,5 bilhões em prêmios, representando um aumento de 9,9% no quarto trimestre de 2014 em relação ao mesmo período do ano anterior e de 10,7% na comparação com 2013.

 “Mesmo diante do cenário macroeconômico desafiador observado em 2014, nossos resultados mostram que conseguimos enxergar boas oportunidades para crescer nos mercados em que a companhia atua e alcançar o melhor desempenho da história da SulAmérica”, explica o presidente da SulAmérica, Gabriel Portella. “A estratégia de ampliação comercial, sem desviar de nossa política de subscrição com foco na rentabilidade, além da eficiência na gestão dos ativos próprios e rigoroso controle das despesas administrativas, contribuíram para o excelente resultado”, complementa.

Em relação aos resultados de saúde e odontológico, o crescimento dos prêmios foi de 13,8%, na comparação com 2013, e 13,7% no quarto trimestre de 2014 frente ao mesmo período do ano anterior. A manutenção do forte ritmo de vendas novas e elevadas taxas de retenção de clientes beneficiaram o segmento, além do acelerado crescimento da carteira de pequenas e médias empresas, com elevação de 25,7% dos prêmios no último trimestre de 2014 e 24,5% na comparação com 2013.

 Os prêmios de seguros de automóveis tiveram elevação de 6,9% em 2014 e de 5% no quarto trimestre. Já a frota segurada registrou alta de 7,7%, atingindo 1,65 milhão de veículos, com maior participação de carros de passeio. O desempenho se deveu, principalmente, a fatores como a forte presença da marca, atuação da extensa rede de corretores e pelo pioneirismo da companhia em lançar produtos e serviços inovadores.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes