Menu

Estudo revela perfil dos brasileiros que compram seguros

Estudo revela perfil dos brasileiros que compram seguros

Adultos Urbanos, na faixa etária entre 30 e 60 anos, são líderes

 

Grupo Elites Brasileiras obteve a segunda colocação no ranking de consultas

Um estudo inédito da Serasa Experian revela o perfil dos brasileiros que buscaram por seguros no início do ano de 2015, de janeiro a março. O levantamento baseia-se em 11 grupos dominantes da sociedade brasileira, de acordo com a segmentação Mosaic Brasil. De todos os consumidores que tiveram consultas de crédito feitas pelas seguradoras no período, o grupo com o maior percentual é o de Adultos Urbanos Estabelecidos, responsável por 26,07% do total.

O grupo tem, em geral, entre os 30 e 60 anos, boa escolaridade e já atingiram um padrão de vida relativamente confortável. Em seguida, responsável pelo segundo maior percentual de consultas de crédito feitas pelas seguradoras do País, está o grupo Elites Brasileiras (19,29% do total), que engloba os adultos acima de 30 anos, com alta escolaridade, bem-empregados ou donos do próprio negócio, desfrutando de alto padrão de vida.

A lista segue com os Donos de Negócio (13,92%), grupo composto predominantemente por homens, na faixa de entre 25 e 55 anos e com negócio próprio. Em seguida, em quarto lugar entre os grupos com maior percentual de consultas de crédito realizadas pelas seguradoras vem a Juventude Trabalhadora Urbana, ou seja, indivíduos em sua maioria com até 35 anos, solteiros, moradores das regiões metropolitanas e grandes centros urbanos.

Em quinto lugar entre os grupos mais interessados em comprar seguros no País está o grupo de Jovens Adultos da Periferia, composto por moradores adultos de até 35 anos das periferias brasileiras, um dos protagonistas da ascensão da nova classe média. Este grupo é o que detém o maior percentual entre os 11 grupos dominantes da população, reunindo 16,8% dos cidadãos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes