Agência

SAS cresce com vendas para o governo e seguradoras


Sistemas de fraudes é uma das apostas da companhia no Brasil

28 de Fevereiro de 2014

Investimentos em sistemas de fraudes e as vendas para o governo e seguradoras são alguns dos fatores que impulsionaram o crescimento do SAS no ano passado, de acordo com Cássio Pantaleoni, diretor comercial da companhia.  “O Santander foi o primeiro grande banco a aderir às soluções anti-fraudes do SAS”, destaca o executivo. Além dele, o Ministério da Justiça também encomendou um sistema do gênero para a empresa. 

Projetos importantes, que empregam os sistemas do SAS, foram desenvolvidos para a DataPrev. Além desses, mais 14 clientes novos investiram em tecnologias de análise de dados do SAS para gerenciar seus negócios, entre eles o Banco Voskswagen e o Walmart.

Mundialmente, o SAS ultrapassou US$ 3 bilhões em vendas em 2013, o que significou um crescimento de 5,2% em relação ao resultado de 2012. A área de fraude destacou-se globalmente,atingindo um aumento de 44% nas vendas. 

Na lista de apostas da companhia este ano está impulsionar o uso, por parte de seus clientes, da plataforma GRID. Uma das vantagens dessa tecnologia é permitir um maior balanceamento dos recursos computacionais e uma melhora na governança dos usuários sobre seus equipamentos e sistemas. Segundo o diretor comercial do SAS, entre os usuários do GRID, técnica capaz de diminuir os custos de processamento, estão o Sul América, o Santander e a Vivo. 

    ENVIAR COMENTÁRIO

Você precisa estar logado para comentar a notícia. para logar ou cadastre-se aqui.
  • COMENTÁRIOS
  • (0)