Menu

TIM fecha trimestre com lucro líquido em alta e investimentos

TIM fecha trimestre com lucro líquido em alta e investimentos

Os destaques neste trimestre foram o crescimento de 11,4% (A/A) da base pós-paga e a receita de serviço fixo, totalizando R$ 229 milhões, um aumento de 11,6%, estimulado pelo avanço da TIM Live

A TIM fecha os três primeiros meses de 2019 com evolução da base de valor e expansão contínua do EBITDA normalizado. O indicador, que cresce há 11 trimestres consecutivos, registra um aumento de 5,3% por ano, totalizando R$ 1.497 milhão. Essa evolução reforça o compromisso da operadora em controlar custos e despesas, investir em ofertas de maior valor no segmento móvel e ampliar a cobertura de seus serviços fixos.

A margem EBITDA normalizada foi recorde para um primeiro trimestre, atingindo 35,7%, um aumento de 1,2 p.p. na comparação com o mesmo período de 2018. Com essa ampliação de cobertura, a TIM conquistou a liderança em adição de novos clientes na base total no DDD 16, região de Araraquara, interior de São Paulo, com mais de 27 mil novos usuários.

A receita líquida é de R$ 4.191 milhões, alta de 1,7% ano a ano, com a contribuição de todos os segmentos: serviços móvel e fixo e venda de aparelhos. Os destaques neste trimestre foram o crescimento de 11,4% (A/A) da base pós-paga e a receita de serviço fixo, totalizando R$ 229 milhões, um aumento de 11,6%, estimulado pelo avanço da TIM Live, que cresce 34,9% no 1T19 em comparação ao 1T18. Mesmo em um cenário macroeconômico desafiador, os investimentos no período somam R$ 650 milhões, totalizando evolução de 6,0% ano a ano.

"O foco no segmento de alto valor continua rendendo indicadores positivos, reforçando nossa presença em mercados relevantes, como a ultra banda larga fixa. A TIM encerra seu primeiro trimestre com resultados sólidos em algumas frentes do negócio, mas também enxergando desafios importantes. Assumo a companhia neste cenário, confiante de que temos a capacidade de mudar rapidamente e voltar a liderar os movimentos do setor, impulsionados pelo nosso DNA inovador", Pietro Labriola, CEO da TIM Brasil.

TIM em São Paulo

Outra novidade apresentada pela TIM foi a ativação do VoLTE (Voice over LTE, na sigla em inglês) em todo o estado de São Paulo, mantendo seu compromisso de oferecer aos clientes serviços de voz e dados de alta qualidade, como primeira operadora a cobrir 100% das cidades de São Paulo com 4G, presente hoje em 469 cidades do estado. A funcionalidade em todas as frequências, incluindo na de 700Mhz, nas cidades paulistas onde a faixa foi liberada pela EAD/Anatel, permite que as ligações, hoje realizadas por meio de circuitos, evoluam para uma rede de dados, garantindo ainda mais eficiência e estabilidade.

Para encerrar o primeiro trimestre, a operadora também foi líder em net adds nos DDDs 12 e 13, respectivamente com 28.263 e 5.316 novos clientes na base total (pré+pós). Desta forma, a liderança em Market Share no DDD 12 totaliza 33,15% de participação no mercado.

A operadora também vem implementando a frequência de 700MHz, faixa liberada após o desligamento do sinal analógico de TV aberta, ampliando assim sua capacidade e cobertura indoor em 44 municípios. A cobertura detalhada está disponível no site da TIM (www.tim.com.br/portasabertas).

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Finanças

TI

Canais

Executivos Financeiros

EF nas Redes